Erro
  • O tema gráfico não está disponível. Por favor contacte um administrador do sítio.
Alerta
  • Gantry 5 Particle: Cannot display content; not in Gantry 5 template!

Escola Básica Constituição

 

EB Constituição         

É inevitável contemplar o edifício da escola da Constituição. Torna-se irresistível entrar, atravessar o magnífico jardim e verificar a beleza arquitetónica de traços simples dos anos 50, aliada à modernidade dos equipamentos. Localizada no alto da cidade, a escola abraça o Porto com o olhar, salta a paisagem em socalcos, avista o mar e a outra cidade que o rio acarinha.

Ao seu hall de entrada e à escadaria ninguém fica indiferente: pavimento em cerâmica geometricamente pensado e painéis da autoria do artista plástico Martins da Costa.

Do recreio espreita um tapete calcetado a branco e preto lembrando as mais belas ruas e praças da nossa cidade.

Sabe bem pararmos nos corredores clássicos com tetos forrados a madeira e, juntamente com as nove colunas que sustentam a escola, formarmos a perfeita dezena.

A arte renova-se na cantina com a pintura mural do mesmo artista plástico, levando-nos para um imaginário de felicidade que se mistura com a gastronomia cuidadosamente selecionada.

O arquiteto Alexandre de Sousa escolheu criteriosamente a orientação de todos os espaços, até do recreio que há tantos anos protege as pequenas gerações do vento norte e da chuva intensa e recebe o alegre sol poente. Lá continuam vigorosas e atentas, estação após estação, as quatro enormes árvores que há décadas oferecem a sua sombra em troca de estudo e diversão, lágrimas e sorrisos, observando os seus não frutos a amadurecer. E o banco de pedra… caixinha de segredos e palco de tantas amizades.

Esta é uma escola plena de afetos e de pequenos grandes saberes, construída sobre rigorosos alicerces que se renovam, sempre transparentes, permeáveis à mudança e ao desenvolvimento. Uma escola solidária, atenta, sem ansiedade, que respeita o silêncio e a diferença e onde se gosta do que se faz.

Sim, somos diferentes e os nossos alunos são excecionais! São nossos!